sexta-feira, 7 de abril de 2017

Que tal salvar uma vida com um simples gesto?

Então uma publicação meio diferente né? mas o intuito do blog é ajudar as pessoas no dia a dia de varias maneiras "um novo dia" e que tal salvar uma vida? 
tá, você deve esta se perguntando, como salvar uma vida com um simples gesto?



e por incrível que pareça existe varias formas, e uma delas é a DOAÇÃO DE SANGUE 
existem várias historias de pessoas que foram salvas por doadores universais, vou ressaltar algumas
Quando você doa, a vida continua, uma doação pode salvar ate quatro vidas 

Um ato de amor que pode salvar vidas 
E foi um ato como esse que salvou a vida da corretora, Elisângela Corradi de Oliveira, há cinco anos, quando ela precisou de quatro bolsas de sangue após uma cesariana seguida por uma histerectomia (cirurgia para retirar o útero). Elisângela teve uma hemorragia e segundo ela, se não fosse o sangue recebido, teria provavelmente morrido. O agravante de toda a situação é que o sangue dela é raro, A-. “Minha terceira gestação foi de alto risco, eu tive uma gravidez de gêmeos, mas no início meu organismo absorveu um dos embriões. Depois, uma das placentas que não foi absorvida, ficou próximo da bexiga, fora do útero, e continuou crescendo. Desde o início da gestação eu sabia que seria uma situação difícil, que precisaria me preparar”, conta.  No sétimo mês de gestação, as complicações começaram, Elisângela teve um sangramento, que motivou repouso absoluto nesta fase e após alguns dias, foi necessária a cesariana, com oito meses de gestação. O bebê nasceu prematuro, como previsto, e Elisângela precisou de sangue no momento em que foi para UTI. “Fiquei muito abalada com toda a situação e foi minha primeira vez como receptora. Mobilizamos muitas pessoas e deu certo, no oitavo mês e 3 dias eu fiz a cirurgia e retirei o bebê. Tive uma hemorragia séria e após a cirurgia, fui para UTI”, lembrou. Hoje, o filho Pedro, de 5 anos de idade, e a mãe Elisângela são só elogios. “Não tive problemas de saúde devido ao recebimento de sangue. Me senti muito grata e tive uma nova chance de vida. Se não fosse o sangue eu não sobreviria. Sou muito grata ao atendimento, a todo o apoio que recebi. Foi um momento que envolveu uma questão emocional, que não posso nem descrever”, disse emocionada. 

o caso do vigilante Benedito Santos Rodrigues Filho, que é doador há 28 anos e em abril deste ano atingiu a marca de 112 doações de sangue.
“Sofri um acidente em 1987, passei um ano internado em um hospital de Teresina, no Piauí, e lá vi um amigo de quarto falecer por falta de sangue. Um ano depois disso, assim que me recuperei, comecei a doar sangue fielmente. Minha primeira doação foi em 16 de agosto de 1988 e de lá para cá nunca mais parei. Quero chegar aos 70 anos doando sangue e salvando muitas vidas”, disse orgulhoso.


São lindas historias né? e você pode fazer parte disso, muda a vida de uma pessoa, de a ela mais uma oportunidade de ser feliz com sua família de se divertir com seus amigos e ter sua vida novamente.. Um simples gesto pode fazer a diferença na vida de uma pessoa, nunca se sabe o dia de amanhã, precisamos de mais amor, de mais coragem, de mais ousadia e assim o mundo sera melhor.

A e segunda vou doar meu sangue, provavelmente farei um vlog indo ao hemocentro ou irei fazer outra publicação sobre.                                                                                            
 ~ mikael rocha

  Requisitos básicos para doação 
  • » Estar em boas condições de saúde.
  • » Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos, clique para ver documentos necessários e formulário de autorização).
  • » Pesar no mínimo 50kg.
  • » Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas).
  • » Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação).
  • » Apresentar documento original com foto recente, que permita a identificação do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).

11 comentários:

  1. eu queria muito doar sangue, porém passo mal ao ver agulha, não iria dar certo.. E todo ano faço tatuagem, já nao pode também :C um gesto bastante que nao " salva " vidas, mais ajuda crianças a se recuperar um pouco é ser voluntário para brincar com as crianças, meu sonho. Parabens pelo post e pela iniciativa. Beijos ♥

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, confesso q nunca doei sangue, tenho muita vontade, seu post me fez refletir sobre isso. Muita gente está precisando de sangue,isso pode salvar vidas❤.
    Parabéns pelo post.

    ResponderExcluir
  3. Um ato de amor incrivel!!
    Que todos apoiem esta causa!!

    https://cafecomaszamigas.blogspot.com.br/2017/04/meu-crescimento-capilar.html

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Muito boa a campanha! Realmente é muito importante pensar no próximo da melhor forma possível. Infelizmente não posso doar, mas super apoio a causa.

    ResponderExcluir
  5. Que lindo post! Poxa um post amorzinho desse merece muitos parabéns. Eu infelizmente não posso doar sangue, mas pra quem pode é um ato de amor ao próximo.
    bjs

    Simplesmente Ciana

    ResponderExcluir
  6. Amei o post, as vezes estamos todos tão focados em nossos próprios problemas que esquecemos que uma simples atitude, como doar sangue salva vidas!
    Obrigada por nos lembrar do que realmente importa na vida: o amor ao próximo.

    ResponderExcluir
  7. Que história, hein? Tapa na cara dos dramáticos que reclamam de tudo. Acho incrível a atitude de doar sangue, inclusive quero muito ter esse prazer de ajudar alguém com meu próprio organismos. Mas temos que respeitar uma série de restrições né? Fiz uma tatuagem a menos de um ano, então não posso doar agora 💔. Na primeira oportunidade, vou correndo ajudar!

    ResponderExcluir
  8. Quero muito doar sangue, porém eu tenho que me informar mais sobre o assunto, pois tem menos de um ano que eu fiz minha tattoo e tem gente que fala que não pode doar, então irei ver direitinho isso

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Parabéns pelo post! Muito legal ver blogs incentivando algo tão positivo e solidário como doar sangue! Adorei!

    bjs

    Inajara

    www.vintageandgeek.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olha eu acho super linda a atitude de quem faz doação de sangue, pois é um ato de amor ao proximo, e outra nunca saberemos quando vamos precisar tambem.
    confesso que nunca doei por que tenho medo de agulhas, mais queria muito doar.

    ResponderExcluir
  11. Que legal esse post! Só fico triste porque toda vez que lembro de doar sangue, lembro que não posso porque homossexuais não podem doar sangue. O motivo? Não faço ideia. Mas isso me deixa indignado. :/

    ResponderExcluir

 

Um novo DIA